Informações não pedidas e tão pouco necessárias

Minha foto
Princesa herdeira, daemon, cabelo, escritora, amigona, dragona e dona do Blaublau; assistente técnica do melhor time e sem paciência pra você. Pra me atormentar basta existir, mas espera atrás da capa. Ah é... eu sou o Batman.

segunda-feira, 6 de março de 2017

Quem pediu uma nova série no blog?

Ninguém.
Ninguém pediu, mas vou fazer mesmo assim.
Espero que vocês estejam preparados porque a nova série vem aí.
Ah, e esse ano tem promoção de aniversário, então fiquem atentos! :)

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Tolkien or nothing - two guesses at once...

Adivinha sobre o que é esse post?
"Vixi, quando a Mirane fala isso ou é sobre nada ou é sobre o Tolkien."
HÁ, acertou. É sobre o Tolkienzinho.
Estou relendo O Senhor dos Anéis, óbvio, e resolvi compartilhar alguns comentários meus sobre o capítulo "O conselho de Elrond". Na verdade esse post deveria ser sobre os 12 primeiros capítulos, mas meu livro com todas as marcações (mais de 200) desapareceu misteriosamente (ainda não me recuperei). Então, hoje, falaremos somente sobre o capítulo 14, ou, como gosto de chamar, festival de burns da Terra-média.

 "- Fui o arauto de Gil-galad, e marchei com sua tropa. Estive na Batalha de Dargorlad diante do Portão Negro de Mordor, onde vencemos: pois à lança de Gil-galad, e à espada de Elendil, Aiglos e Narsil, ninguém podia resistir. Eu vi o último combate nas encostas de Orodruin, onde Gil-galad morreu, e Elendil caiu, e Narsil se quebrou sob seu corpo. Mas Sauron foi vencido, e Isildur cortou o Anel de sua mão com o fragmento do punho da espada do pai, e pegou-o para si." p. 257

Prestem atenção no que destaquei: "Mas Sauron foi vencido, E Isildur cortou o Anel de sua mão" (original: "but Sauron himself was overthrown, AND Isildur cut the Ring from his hand").
"Mas Mirane por que você tá colocando o 'E' e o 'AND' em destaque?"
Bem, porque foi exatamente isso que me chamou a atenção dessa vez, nessa parte. Talvez fortemente influenciada pela versão cinematográfica (ou talvez alguma outra coisa que esqueci, quem sabe, faz tempo que não leio as outras coisas do Tolkienzinho), eu sempre achei que o Sauron foi destruído PORQUE o Isildur corta o Anel da mão dele e não que o Isildur conseguiu cortar o Anel porque o Sauron já tava bem fraco de apanhar do Gil-galad e do Elendil. Claro que posso estar enganada aqui, mas se você lê aquele pedaço ali, é o que se entende, certo? Que o Isildur cortou o Anel quando o Sauron já estava destruído - ou perto disso. A frase não é "Mas Sauron foi vencido QUANDO/PORQUE Isildur cortou o Anel", mas sim "Mas Sauron foi vencido E Isildur cortou o Anel".
Continuando...

"- Nesta hora maligna, eu vim numa missão, atravessando muitas milhas perigosas, até Elrond: cento e dez dias viajei completamente sozinho. Mas não procuro aliados para a guerra. O poder de Elrond está em sua sabedoria, não nas armas, como se diz." p. 260

QUEM DIZ?
Seja lá quem for é uma anta! Querido, o Elrond te passa o coro sem as duas mãos e com os olhos fechados. Você ouviu alguma coisa do que ele disse? Porque até onde lembro, uns 10 minutos antes de você falar essa merda, ele tava falando de quando ELE LUTOU CONTRA O MELKOR NA PRIMEIRA ERA E CONTRA O SAURON NA SEGUNDA. Mas, claro, ele só serve pra dar conselho...
Bem, na verdade eu acabei de perceber que se eu for comentar tudo que marquei aqui isso vai ter o número de páginas do livro, então vamos resumir um pouco.

Bilbo lindo dando uma das várias tiradas em Boromir quando ele começa a olhar feio para o Aragorn como se ele não fosse ninguém:

"[verso que Bilbo fez para Aragorn, sim, aquele famoso 'Nem tudo que é ouro fulgura...']
- Talvez não muito bom, mas perfeito para o momento - se é que você precisa de algo além da palavra de Elrond. Se ela vale uma viagem de cento e dez dias, é melhor escutá-la com mais atenção." p. 262

Se a gente tivesse na escola agora seria aquela hora do "NOOOOOOOOOOOOOOOOOSSA".

"- Se Gondor, Boromir, tem sido uma torre robusta, nós tivemos outra função. Existem muitas coisas más que nossas [no original your - suas]  muralhas fortes e espadas brilhantes não aguentam. Você sabe pouco sobre as terras além de suas fronteiras. Paz e liberdade, você diz? O Norte mal saberia o que são essas coisas se não fosse por nós. O medo destruiria a todos. Mas quando os seres escuros vêm das colinas desabitadas, ou se esgueiram por florestas sem sol, fogem de nós. Que estradas qualquer um ousaria pisar, que segurança haveria nos lugares pacíficos, ou nas casas dos homens simples à noite, se os dúnedain estivessem dormindo, ou tivessem todos ido para o túmulo?
Mesmo assim, recebemos menos agradecimentos que vocês. Os viajantes nos desprezam, e os homens do campo nos dão nomes pejorativos. Sou 'Passolargo' para um homem gordo que vive num lugar a apenas um dia de marcha de inimigos que congelariam seu coração, ou deixariam sua pequena cidade em ruínas, se não fosse guardado continuamente. Mesmo assim, não aceitaríamos outro tipo de vida. Se as pessoas estão livres do medo e da preocupação, é porque são simples, e devemos mantê-las assim em segredo. Essa tem sido a tarefa de meu povo, enquanto os anos vão se alongando e o capim vai crescendo." p. 262-263

NOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOSSA

"- Essa notícia sobre Saruman é muito triste [...] Mas quedas e traições desse tipo, infelizmente, já ocorreram antes." p. 280

Esse é o Elrond falando. Repito: ESSE É O ELROND FALANDO. Choro agora ou pra sempre? :'(

Olha, tinha muito mais, mas: 
1. está tarde e preciso tentar dormir;
2. a tradução não ajuda e, gente, vamos combinar, que pontuação horrorosa nessa tradução.
Quem sabe tem mais logo. :)

Até.

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Oh no

Adivinha quem tá de volta?
Sim, euzinha.
Desculpem abandonar as coisas por aqui, mas a vida não tá fácil.
Passei só para dar um oi e dizer que muito provavelmente voltarei a escrever logo.
Até!