Informações não pedidas e tão pouco necessárias

Minha foto
Princesa herdeira, daemon, cabelo, escritora, amigona, dragona e dona do Blaublau; assistente técnica do melhor time e sem paciência pra você. Pra me atormentar basta existir, mas espera atrás da capa. Ah é... eu sou o Batman.

domingo, 15 de julho de 2012

Lewis manda um beijo pra galera 6 ou piada interna particular que não te interessa

A: Eu atravessei a Ponte dos Lamentos. Oh! Eu atravessei! Foi a coisa mais difícil que eu já fiz, você não tem ideia. A ponte é tão estreita que não cabe um pé do lado do outro e uma vez que você começa, não pode parar. Ela é longa, bem longa, quilômetros e quilômetros, mas nem dá pra contar quantos e ninguém sabe ao certo. Em alguns momentos ela se torna invisível e a menos que você continue sem vacilar, você cai. E muio mais coisas... monstros que aparecem, chamas e chicotes e coisas terríveis! Mas quando você chega do outro lado tudo isso vale a pena, porque nada se compara com o sentimento de felicidade que você sente.
B: Nossa, parece incrível. Acho que vou tentar.
A: Mas você não vai conseguir. A Ponte é só para os fortes e ousados.
B: Mas quem disse que não sou? E outra, se eu não conseguir na primeira vez, eu continuo tentando.
A: Mas isso seria embaraçoso. Ficar tentando e não conseguir.
B: Por que seria embaraçoso? Não há vergonha nenhuma em tentar e tentar até conseguir, se é algo que valha a pena ou que você acredite que valha a pena. E pelo que você disse dessa ponte ela é dificílima e não conseguir não é vergonha nenhuma. Você conseguiu atravessar todas as vezes que tentou?
A: Não. Mas eu atravessei três vezes.
B: Ótimo. E eu vou tentar até conseguir a primeira, até mais.

B consegue atravessar a ponte depois de algumas tentativas.

B: Consegui!
A: Meh... this sport is stupid anyway.