Informações não pedidas e tão pouco necessárias

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Amor

Eu sabia que isso ia acontecer.
Quando tudo começou, eu já sabia. Mas a gente é burra e deixa acontecer mesmo assim.
No começo eu só pensava em você ocasionalmente e era uma coisa boa, esperançosa. Sonhava eu e você juntos e felizes. Mas as coisas mudaram.
Comecei a sonhar com você em todas as situações e, acordada, pensava em você mais do que o necessário e o recomendável. Eu devia ter previsto aí como se desenrolaria essa história, como mais uma vez você tomaria conta de todo o meu ser.
Hoje eu já não me pertenço mais. Sou toda sua, sem nenhuma escolha ou opção. Penso em você o tempo todo, dia e noite, sempre... a alegria que toma conta de mim quando consigo passar pelo menos um tempinho com você ou uma simples conversa...
Não sei como isso vai acabar, espero que acabe bem.
Escrevo isso para você saber como tomou conta da minha vida e como hoje somos um só, mesmo você tentando me afastar. Choro enquanto escrevo, pensando em nós e no futuro que podemos ter e também o quanto já te odeio, tese de doutorado filha da puta!

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

Like that

I am nicer with my friends when I'm dying