Informações não pedidas e tão pouco necessárias

domingo, 27 de novembro de 2011

Nada não

É engraçado quando as coisas mudam. E estão mudando constantemente. Mas é foda quando mudam sem nenhum motivo aparente.
Mas, Mirane, minha filha, quem disse que precisa de motivo pra mudar?
Verdade.
Por que as pessoas fazem isso?
Mudarem? Não. Mentirem.
Se bem que nesse caso não foi nem uma mudança nem uma mentira.
Acho que nesse caso foi única e exclusivamente uma situação de não acreditar no que eu falo. Se tivesse me ouvido, se tivesse prestado atenção no que eu falava, se tivesse acreditado.
Falei que não ia fazer esse post, mas que se dane. A pessoa não vai ler mesmo.
Por que você não acreditou em mim quando eu disse?
Agora eu fico aqui feito besta mais fudida que antes porque acreditei em você também quando eu sabia que não deveria.
Eu sou burra e você é... nada, só você. Com todo o direito de ter feito o que fez. Só não me peça, NUNCA MAIS, pra acreditar em você de novo, porque eu não vou. Não importa o que você faça não vai conseguir apagar o que você fez.
Perdeu, playboy. Ou melhor, ganhou.
É isso.

quarta-feira, 23 de novembro de 2011

O tempo

O tempo é tão interessante. Todos eles. Eu adoro o tempo. Mas hoje eu vou falar de outro tempo, ou melhor, o clima.
Você já pararam pra reparar que a gente reclama de tudo relacionado ao clima? Muito frio. Muito calor. Muito vento. Sem vento nenhum. All the time. Obviamente vocês já se deram conta disso né... Mas vocês se deram conta que talvez nós estejamos sendo muito duros com o tempo?
Imagine só, ele tendo que quebrar a cabeça todo o tempo sobre como se apresentar "será que gostarão de mim assim?" "devo ser mais ensolarado?" "e se eu trouxer alguma chuva comigo?" "hum... acho que assim está bom, vamos lá..." E depois... pobre tempo... só decepção.
Que tempo maluco! Tava sol até agora a pouco e agora tá cheio de nuvens... "mas vocês estavam reclamando do sol, só quis ajudar... mas ok, eu trago o sol de volta" Aí, lá vem esse sol de novo "mas eu achei que vocês gostassem do sol... querem um pouco de chuva?" Mas tinha que chover justo agora, como eu odeio esse tempo! "então me diga o que vocês querem, eu quero ajudar..." Nossa, desisto desse tempo. "Okay..."
E o tempo se recolhe pra chorar sozinho... será que ele tem alguém com quem possa conversar? Talvez o sol e o vento estejam sempre ao seu lado... ou seriam eles parte do tempo?
Só acho que é muita injustiça com o tempo, ninguém deveria ter que se esforçar tanto para agradar um bando de idiotas como a gente.
O jeito é gritar pro tempo "ei, não se importe, esse mundo é uma bagunça mesmo", mas ele deve saber disso melhor do que eu.
Deem um tempo ao pobre tempo. Ele não tem nenhuma obrigação de agradar você e mesmo assim se esforça ao máximo. Idiota!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Para quem quer entender os elfos de Tolkien

Sem nada pra fazer aqui e quebrando a cabeça com o The Book of Lost Tales I fui pro Word fazer um esquemão dos elfos do Tolkien. Claro que se você já leu O Silmarillion você conhece isso, mas pra quem não leu ou leu e tem preguiça de ficar olhando ou só quer saber mesmo ou nem quer, vou colocar aqui parte do esquema que fiz - digo 'parte' porque minha capacidade não me permite fazer aqui o que fiz no Word e não quero copiar/colar.

QUENDI

ELDAR - Vanyar, Noldor e Teleri
TELERI - Sindar, Nandor e Laiquendi
LAIQUENDI - Nandor que entraram em Beleriand
ÚMANYAR - Eldar que não foram para Aman: Sindar, Nandor e Laiquendi
CALAQUENDI - Vanyar, Noldor e Teleri que foram para Aman
MORIQUENDI - Teleri que não foram para Aman (Úmanyar = Sindar, Nando e Laiquendi) e Avari

Sendo

QUENDI - Os elfos
ELDAR - Os elfos da Grande Viagem a partir de Cuiviénen
AVARI - "Os relutantes": elfos que se negaram a fazer a Grande Viagem
VANYAR - Todos foram para Aman
NOLDOR - Todos foram para Aman
TELERI - 1. Os que foram para Aman
2. Os que ficaram em Beleriand
3. Os que abandonaram a marcha dos Teleri
SINDAR - Elfos cinzentos (2 dos Teleri)
NANDOR - Elfos que mais tarde entraram em Beleriand (3 dos Teleri)
LAIQUENDI - Elfos-verdes de Ossiriand
ÚMANYAR - Os Eldar que "não eram de Aman"
CALAQUENDI - "Elfos da luz" (altos-elfos): chegaram a Aman na época das Duas Árvores
MORIQUENDI - "Elfos da escuridão": nunca viram a luz das Árvores

Sendo

AMAN - Reino abençoado onde vivem os Valar
DUAS ÁRVORES - Laurelin e Telperion

Quer saber mais? Vai ler o Silmarillion!

Why the Man in the Moon came down too soon?

Nem tenho nada pra falar. A não ser o de sempre.
Não suporto as pessoas.
Não me suporto.
O Liverpool é lindo.
Eu amo futebol.
O mundo me cansa.
Futebol é a coisa mais importante da minha vida, se você não entende isso nem perde tempo falando comigo, fazendo o favor.
Odeio gente falsa.
Gente idiota me persegue.
Esse mundo está irremediavelmente perdido.
Odeio gente tosca que fica falando mal do Brasil. Acha ruim, vai embora.
Meu país é lindo.
Vão se fuder.
Eu to cansada.
Tristeza não é depressão.
Eu odeio gente tosca.
Quero matar 90% das pessoas.
Minha tese de doutorado vai ser linda, mas quero trabalhar com futebol, pode ser?
Oi, gente.

"But Melko might not thus easily forgo his sport. 'Nay first,' said he, 'wilt thou come Manwë and kneel before me, and after you all the Valar; but last shall come Tulkas and kiss my foot, for I have in mind something for which I owe Poldórëa no great love.'" The Book of Lost Tales I, p. 110.

Esse Melkor é um brincalhão, né? Hahahahahahahaha