Informações não pedidas e tão pouco necessárias

sábado, 21 de março de 2015

Agradecimentos da tese de doutorado

Eu ia escrever os agradecimentos em inglês porque 90% das pessoas que eu quero agradecer só falam inglês ou entendem a língua, mas eu fiquei com preguiça e eu nem sei se pode, então... mas vai haver partes em inglês por questões de motivos.
Todo mundo amou meus agradecimentos da dissertação de mestrado, por ser idiota, diferente, essas coisas, o que põe muita pressão sobre minha pessoa para esse agradecimento. Não esperem nada demais e, antes de começar esse, gostaria de dizer que tiraria pelo menos 50% das pessoas do meu agradecimento da dissertação.
Bem, vamos lá... em primeiro lugar agradeço a Deus por ter me dado forças para terminar essa tese que eu achei que jamais existiria. Obrigada, Deus! Por isso e por todo o resto.
Agradeço minha família por ter me apoiado para chegar até aqui, mas não TODA a família, isso seria injusto. Só quem me criou, basicamente (tia, tio, Dalva, Paula, maridos, filhos e netos). E um pouco meu pai que resolveu aparecer ultimamente.
Agradeço também a família do Fer, que também já é minha família. Tadeu, Di, Gu, Bi e um beijo especial pra Dona Dora que deixou a gente aqui nesse mundão e pra Dona Lurdes que veio pra mais perto da gente. Um beijão pro resto do pessoal também.
Ah! Meus times... o Corinthians foi campeão da Libertadores e do Mundial em 2012. Viu, minha dedicatória deu sorte. Vamos esperar que o Liverpool faça o mesmo. Vocês destroem o meu coração, mas eu não vivo sem vocês, seus inúteis. Beijos da mamãe.
Agora os amigos. Da última vez não quis citar nomes porque podia correr o risco de esquecer alguém e blá blá blá, mas que se dane. Paty, Jaini, Renato, Júlio, Flávia, Mie e André. Obrigada por acharem que eu tinha capacidade de fazer isso.
Agradeço também meu amigo Gabriel Giglio, grande autor de fantasia alcoólica, e suas inspirações do Além.
Agradeço ao meu querido Aquati, professor e amigo, que não sabe escolher time, mas é um anjo sem asas nesse mundo. Também aqui um beijo pra Sônia e que ela aproveite bem a aposentadoria.
Obrigada ao meu orientador mais que lindo e perfeito Álvaro Hattnher por ter me aturado por quase DEZ anos. Pobre alma. Desculpa por tudo, professor, você é incrível e o melhor orientador que eu poderia querer.
Agradeço também a minha banca maravilhosa, que fez com que eu me sentisse no Conselho de Elrond. Obrigada a todos: Karin Volobuef, Aparecido Donizete Rossi, Fernanda Aquino Sylvestre e Renata Kabke Pinheiro.
Agradeço também a CAPES por ter patrocinado meu trabalho, espero não ter baixado o nível de qualidade de vocês.
Agora vem a parte em inglês, mas depois voltaremos para o português para agradecer o que eu chamo de G3.
First of all SORRY. I don’t really KNOW English, I never really learned so… sorry for my mistakes.
I want to thank all my followers on Tumblr. They are great people and put up with my bullshit all the time. Thank you guys.
I want to thank Andreja, Mojca and October, my first friends on Tumblr ever.
Also Sarah and Mitchi, my precious, who never cease to amaze me with a talk, a story or a Thorin drawing.
My book club friends: Marian, Ashley, Hailey and Laura. I promise I will be back annoying you guys soon.
Kaya, Annaliese and Kira that are always cheering me up.
Karla, Bea, Elena and Narmina, my darlings, always talking to me and being supportive.
Bilbo, Emily, Nora, Delilah and Courtney with their beautiful blogs that make my life better. Thank you so much for everything. I love you guys!
Out of Tumblr thank you to my Liverpool friend – who is not from Liverpool – Sam Birch.
Now… I know it might seem stupid but I need to thank Richard Armitage. All The Hobbit cast and staff actually but specially him. He made Thorin SO real and he is so great in general. Seriously everything he does is amazing, all the Johns and Harry Kennedy… ALL OF THEM. Thank you! Thank you for existing, thank you for being an actor and thank you for making Thorin even more majestic and passionate than he already was (sorry Tolkien but you have to agree Richard made him more handsome and hot interesting). As I said all the cast was great and I will not put every name in here because you know… it would become the final credits of the movie. Seriously, all of you guys were amazing. The dwarves I didn’t even care in the book (I’m sorry for that) became my babies and the ones I already cared are now mine and you can’t take them from me. And Lee Pace… you majestic human tree. I’ll stop here but I just wanted to say that you guys were fantastic and I’m sure Tolkien would have loved it (I know because he is my friend and talk to me). Thank you. Also (can I swear here? Because I kinda want to say f*ck you… oh well…) f*ck you for breaking my heart with The Battle of the Five Armies. I KNOW I knew what would happen but I wasn’t prepared to see it. All the crying… Eru have mercy. Still in this matter let’s thank the cast of The Lord of the Rings as well… where all this began.
Also thanks to the Feanoreans (Maedhros and Maglor specifically). You guys are being of great help lately. Not Fëanor himself that little shit (but I still love you). Actually thanks to you all: Noldor, Vanyar, Teleri, Valar, Maiar, The Seven Fathers of the Dwarves and their houses, Men, Hobbits, Dragons, not so Dragon (I’m looking at you Glaurung, sorry), Eagles, Balrogs, all the creatures and Eru himself.
Going back to casts I also want to thank the cast of all Marvel movies because you guys are awesome! Don’t disappoint me in Age of Ultron.
Now back to Portuguese for the G3.
Fernando. Oh Eru! O que seria da minha vida sem o Fer? Literalmente nada. Sem ele não teria dissertação de mestrado, nem tese de doutorado, nada. Não teria Mirane.  Porque é esse ser de luz e time ruim que cuida de mim em todos os aspectos da minha vida. Nem tem como agradecer porque ele é tudo. Ferzinho, muito obrigada por me aguentar e por todo o resto, só você pra saber o quanto é difícil isso. Te amo mais do que o Fëanor ama as Silmarils e se o Melkor se meter com você eu viro o Fingolfin, furo o pé dele e te roubo de volta.
Blaublau. O melhor de todos. Eu nem deveria ficar falando do Blaublau por aqui senão as ursinhas vão saber onde ele está, mas eu preciso agradecer o melhor urso, com o melhor gosto pra tudo nesse e em todos os mundos. Te amo mais que tudo, meu melhor amigo! E muito obrigada por ter contado “aquelas” histórias pro Tolkienzinho. Obrigada também aos “amigãos”, que aumentaram em número. Sem bagunça, hein, Oromë! Chandler, Pan e Inimigo Épico, vocês também aparecem aqui, viu, mesmo torcendo pro time errado. Aslam, médico da galera toda, Snoop levando a culpa de tudo, Joey quietinho como quem não quer nada. Des e Phoebo, Luisito, Jamie, Nienna, Fingolfin, Beorn, Molly e Jack. Obrigada a todos! Obrigada aos “amiguinhos” também, mas nem dá pra colocar o nome de todo mundo. Amo vocês.

Tolkienzinho. Não tenho o que falar. Sério. Precisa? Eu devo minha vida a ele. Lembrar daquela semana de agosto de 2002 que iria mudar minha vida para sempre ainda me dá borboletas no estômago. Pelo menos eu espero que seja borboletas e não dragões. Obrigada professor e melhor escritor que já existiu nesse mundo. Tudo isso que você, alma desavisada, está para ler, tudo o que fiz nos últimos dez anos, dez? não! treze anos, pro bem ou pro mal, foi fruto do meu amor por esse ser de luz e histórias. Como não poderia ser diferente, para fechar: Tolkienzinho é um gênio.